Safra de uva alcança marca histórica de 700 milhões de quilos no RS

Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini.

O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) apresentou, nesta quarta-feira (31), no Palácio Piratini, os dados da safra histórica de uva em 2017 superando a expectativa estimada entre 600 e 700 milhões de quilos. Os números correspondem a aumento de 150% em relação a 2016, quando houve quebra de 57% em comparação com o ano anterior.

O governador José Ivo Sartori comemorou o resultado de “um setor que contribui de forma considerável para o desenvolvimento estadual” com tecnologias e qualidade de produção. “São números relevantes, que estimulam nosso trabalho para que o RS seja moderno, sustentável, parceiro e eficiente”, afirmou. “A safra de uvas colhidas e processadas para elaboração de sucos, vinhos e outros derivados caracteriza a maior da história vitivinícola do Estado”, acrescentou o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo.

A divulgação do balanço ocorreu em ocasião da apresentação da agenda do Dia do Vinho. A lei que instituiu a data no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003. “Mais do que um evento, é uma grande programação que integra municípios, empreendimentos de gastronomia, hospedagem, turismo e vinícolas para apresentar as melhores atrações enoturísticas do Rio Grande do Sul”, explicou o presidente do Ibravin, Dirceu Scottá.

Produção vitivinícola

O Rio Grande do Sul é responsável por cerca 90% da produção de uvas destinadas ao processamento de vinhos, espumantes e sucos e também por 90% da elaboração de produtos vinícolas no Brasil. De acordo com o Cadastro Vinícola (parceria entre Ibravin, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Seapi-RS), o Estado conta com 675 vinícolas formalizadas.

Segundo Cadastro Vitícola (mantido pelo Ibravin e Embrapa Uva e Vinho), os gaúchos cultivam 138 variedades de uva, entre viníferas (destinadas à produção de vinhos finos e espumantes) e uvas americanas e híbridas (reservadas à elaboração de vinhos de mesa e sucos).

Entre as principais castas plantadas estão: Isabel, Bordô, Cabernet Sauvignon e Franc, Merlot, Pinot Noir, Tannat, Moscato Branco, Riesling Itálico, Trebbiano e Chardonnay. As principais regiões produtoras são: a Serra, a Serra do Sudeste, os Campos de Cima e a Campanha.

Confira a programação do Dia do Vinho no site.

Também participou a secretária do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori.

Fonte: Secom

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.